Última Matéria

Como tratar melasma?

O melasma é um problema de pele bastante comum, sobretudo entre as mulheres. Caracteriza-se pelo aparecimento de manchas acastanhadas e/ou escuras na pele, principalmente a do rosto.

Como pode alterar profundamente a aparência da pele, chega a causar distúrbios de imagem e autoestima, podendo levar, inclusive, à depressão se não for devidamente tratado.

A seguir, abordamos detalhadamente essa condição da pele e indicamos possíveis tratamentos para melasma. Acompanhe e saiba como se livrar das manchas escuras e ter uma pele com tom uniforme.

Causas do melasma

As causas do melasma ainda não foram descobertas, mas há evidências que o problema pode ser gerado por questões hormonais, como a gravidez e uso de anticoncepcional. Além disso, a predisposição genética também é um fator importante.

Outra possível causa para o melasma é a exposição ao sol ou luz visível sem protetor solar. A luz visível é aquela emitida por lâmpadas e eletrônicos, como celular e computador. Por isso, a recomendação é que use protetor mesmo que fique em casa.

Tipos de melasma

Há três tipos de melasma e todos são classificados de acordo com a área que acometem. O mais comum é o melasma epidérmico, que ocorre na primeira camada da pele.

Outro tipo é o melasma dérmico, que tem incidência na camada mais profunda da pele. Nestes casos, o tratamento é mais demorado, porque as manchas demoram para sair. O terceiro tipo é o melasma misto, que é uma mescla dos dois primeiros.

Melasma tem cura?

Ao receber o diagnóstico de melasma, uma dúvida costuma ser comum: afinal, melasma tem cura? Infelizmente, não. Mas, a paciente pode realizar tratamentos para clarear a pele e adotar medidas para evitar manchas, o que ajuda a ter uma pele bonita e com tom uniforme.

Tratamentos de melasma

De modo geral, o tratamento de melasma consiste na combinação de procedimentos feitos em consultório e utilização de produtos em casa. O foco, em ambos os casos, é estimular a renovação da pele, o que promove um clareamento natural.

Quando se fala em procedimentos de consultório, pensa-se em realização de peelings e lasers, por exemplo, bem como microagulhamento com uso de medicamentos com ativos clareadores.

Já no tratamento em casa, a paciente pode utilizar creme para melasma como os com retinol, vitamina C e hidroquinona na sua composição. Há, ainda, a alternativa de usar clareadores naturais de via oral, como o Oli-Ola.

Trata-se de um peeling em cápsulas que atua de dentro para fora, melhorando a qualidade da pele como um todo. É produzido com extrato natural de oliva orgânica, que possui elevada concentração de compostos fenólicos.

Esses compostos têm efeito antioxidante, combatem radicais livres e promovem a renovação celular da pele, combatendo a hiperpigmentação (manchas), de maneira a devolver uma tonalidade mais uniforme para a tez.

Mas, para obter esses resultados é preciso utilizar o Oli-Ola regularmente, conforme indicação de seu médico dermatologista ou do fabricante do produto. Para potencializar resultados e ter uma pele livre de manchas, insira o Oli-Ola em seu tratamento de melasma!

Como montar uma coleção de gibis?

Montar uma coleção de gibis é um excelente hobby, principalmente para quem gosta de histórias em quadrinhos. No entanto, nem todo mundo sabe por onde começar a colecionar HQs.

Este é o seu caso? Então, confira aqui dicas para montar uma coleção de gibis e preservá-la da melhor maneira possível, assegurando a qualidade e o valor de mercado de revistas e quadrinhos.

  1. Defina um tema para a coleção

Quando se define um tema é mais fácil montar a coleção, porque se passa a comprar gibis associados a ele. Sua coleção se torna mais organizada e uniforme, simplificando seu trabalho. Posteriormente, é possível expandir o tema e investir em outros HQs.

Entre os principais temas para sua coleção estão um personagem favorito ou editora. É possível, por exemplo, colecionar quadrinhos da Marvel ou focar em somente um super-herói, como o Batman.

  1. Saiba os lugares ideais para comprar gibi

Depois de definir o tema de sua coleção, é preciso saber onde comprar gibis usados e novos. De modo geral, os usados tendem a ser mais valiosos e difíceis de serem encontrados.

Entre os lugares perfeitos para comprar gibis que são raridades e outros mais buscados, destaque para os sebos e lojas especializadas em quadrinhos. No que se refere aos gibis novos, é fácil encontrá-los em livrarias e lojas online dedicadas ao tema.

Uma opção que permite comprar gibis novos e usados é em eventos sobre o tema ou cultura pop e nerd. Também é possível realizar trocas em fóruns dedicados ao mundo das histórias em quadrinhos, caso participe de algum.

  1. Invista em uma estante para colecionadores

Além de estabelecer um tema e saber onde encontrar e adquirir os gibis, também é importante comprar uma estante para colecionadores. O motivo é simples: é preciso ter um lugar perfeito para guardar sua coleção, preservar as histórias em quadrinhos e manter seu valor.

A estante para livros possibilita armazenar corretamente seus gibis, conservando-os em bom estado por um longo período. O espaço interno do móvel é dividido em prateleiras, de modo a possibilitar guardar uma maior quantidade de HQs.

Existe, também, alternativas com portas de vidro, detalhes que ajudam a preservar ainda mais a coleção, evitando seu contato direito com pó ou umidade, de modo a reduzir os cuidados com limpeza e manutenção dos gibis.

Um detalhe importante: sempre deixe a estante para livros em um cômodo sem marcas de mofo e umidade, inclusive com boa circulação de vento, para preservar ao máximo o móvel e sua coleção.

  1. Adote um sistema de organização da coleção

Organizar sua coleção possibilita saber exatamente quais gibis possui e evita a compra repetida de determinadas edições, eliminando o desperdício de dinheiro. Uma das maneiras de visualizar facilmente todas as histórias em quadrinhos é organizá-las por autor, editora ou data de lançamento, por exemplo.

Além disso, tome o cuidado de manter os gibis na estante para livros na vertical, se possível, utilizando organizadores ou aparadores para dar suporte às edições e minimizar o risco de danificá-las por mau armazenamento.