O que devo saber antes de comprar um elevador residencial

Deixe um Comentário
Share

Muita gente procura salvar investimentos para colocar em casa um elevador residencial, principalmente quando existem cadeirantes morando no local. Mas, ao contrário da alta demanda, pouquíssima gente conhece como funciona esse tipo de oferta, e para que serve determinado equipamento.

A primeira coisa que você deve saber antes de comprar um elevador para a sua casa é que, principalmente nos elevadores destinados aos cadeirantes, todo o equipamento é bem diferente de um elevador para grandes edifícios. A começar pelo preço: tanto a compra quanto a manutenção do produto são muito mais baratas para um elevador de residência do que para um elevador de grande edifício. Quando se tem um idoso ou cadeirante em casa, o investimento é totalmente válido.

image

A segunda coisa que todo mundo que compra um elevador residencial deve saber é que as suas dimensões também são menores do que as de um elevador de prédio. No caso do equipamento de uso residencial não é preciso fazer um poço técnico, que é o buraco abaixo do nível do chão, onde estão as molas do elevador, e também não é preciso fazer grandes reformas para as suas instalações. Elevadores residenciais percorrem no máximo doze metros e tem 1,5 metros quadrados de área, no máximo. Ou seja: se comparado a outros equipamentos similares, esse é bem pequeno.

Outra característica importante que se deve conhecer acerca do elevador para casa é que ele pode ser facilmente inserido na decoração já existente no local. Existem diversos modelos para esses tipos de elevadores, e também há a opção de escolher muitos sob medida. Para quem acredita que esse tipo de intervenção pode acabar prejudicando uma casa, a resposta de que isso não acontece é uma ótima notícia.

Por fim, antes de instalar um elevador em sua residência, saiba que é fundamental a presença de um profissional da arquitetura para decidir o local mais adequado à instalação. Para fazer esse tipo de intervenção não é necessário conhecer apenas a planta e a estrutura do local, mas é de suma importância que também se fale sobre os hábitos da família, e onde um equipamento desse porte poderia levar mais acessibilidade, facilidade e praticidade à vida de seus moradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *