O que devo saber antes de comprar um elevador residencial

[ 2 ] Comentários
Share

Muita gente procura salvar investimentos para colocar em casa um elevador residencial, principalmente quando existem cadeirantes morando no local. Mas, ao contrário da alta demanda, pouquíssima gente conhece como funciona esse tipo de oferta, e para que serve determinado equipamento.

A primeira coisa que você deve saber antes de comprar um elevador para a sua casa é que, principalmente nos elevadores destinados aos cadeirantes, todo o equipamento é bem diferente de um elevador para grandes edifícios. A começar pelo preço: tanto a compra quanto a manutenção do produto são muito mais baratas para um elevador de residência do que para um elevador de grande edifício. Quando se tem um idoso ou cadeirante em casa, o investimento é totalmente válido.

image

A segunda coisa que todo mundo que compra um elevador residencial deve saber é que as suas dimensões também são menores do que as de um elevador de prédio. No caso do equipamento de uso residencial não é preciso fazer um poço técnico, que é o buraco abaixo do nível do chão, onde estão as molas do elevador, e também não é preciso fazer grandes reformas para as suas instalações. Elevadores residenciais percorrem no máximo doze metros e tem 1,5 metros quadrados de área, no máximo. Ou seja: se comparado a outros equipamentos similares, esse é bem pequeno.

Outra característica importante que se deve conhecer acerca do elevador para casa é que ele pode ser facilmente inserido na decoração já existente no local. Existem diversos modelos para esses tipos de elevadores, e também há a opção de escolher muitos sob medida. Para quem acredita que esse tipo de intervenção pode acabar prejudicando uma casa, a resposta de que isso não acontece é uma ótima notícia.

Por fim, antes de instalar um elevador em sua residência, saiba que é fundamental a presença de um profissional da arquitetura para decidir o local mais adequado à instalação. Para fazer esse tipo de intervenção não é necessário conhecer apenas a planta e a estrutura do local, mas é de suma importância que também se fale sobre os hábitos da família, e onde um equipamento desse porte poderia levar mais acessibilidade, facilidade e praticidade à vida de seus moradores.

2 Responses to O que devo saber antes de comprar um elevador residencial

  1. Nilza Maria disse:

    Tenho interesse de adquirir um elevador residencial para uma pessoa. Como seria o orçamento. Tem como mandar uma média de preço.

    Obrigado.

    • Antonio Bernardes disse:

      (Os dados de custo apresentados foram baseados em custos reais do projeto conforme relatado por membros da Up Center).
      Em média, um elevador residencial para duas paradas (térreo e pavimento superior) incluindo o custo do equipamento, sua instalação e as obras de adequação do local vai custar R$ 45.000,00 (preço do equipamento instalado)+ R$ 10.375,00 (custo médio de adequação) = R$ 55.375,00. Isto pode parecer uma quantidade substancial de dinheiro, mas cobre desde a aquisição e transporte do elevador até os materiais necessários e mão de obra de construção da caixa do passadiço. Entretanto não cobre as manutenções periódicas necessárias para o seu uso com segurança. Assim, dependendo das características do modelo, o custo do equipamento incluindo-se as licenças para instalação um elevador residencial de duas paradas pode variar desde R$ 37.500,00 (para elevadores tipo cápsula) até R$ 52.500,00 (para elevadores instalados em caixas enclausuradas). Como os elevadores com maior percurso e maior número de paradas demandam também maior velocidade, acréscimo de número de portas de pavimentos e maior custo de instalação, pode-se considerar que o seu custo aumenta na proporção de R$ 4.300,00 a R$ 6.000,00 para cada parada adicional.
      Antes de definir o modelo de elevador, consulte um arquiteto ou um profissional capacitado para analisar as possibilidades do local e as facilidades proporcionadas pelos diferentes modelos de elevadores disponíveis no mercado que são indicados conforme as condições:
      • Elevadores instalados dentro de caixas fechadas por portas (1)- são modelos indicados para três ou maior número de pavimentos. São geralmente mais velozes e confortáveis. Podem ser oferecidos opcionalmente com portas automáticas simultâneas. Os preços dos equipamentos para duas paradas variam de R$ 40.000,00 a R$ 52.000,00 dependendo do acabamento e percurso;

      • Elevadores instalados em percursos abertos protegidas por portas (2)- são modelos confortáveis, seguros e com acabamento externo aparente. Sua instalação no interior do ambiente o torna mais atraente e destacado. Os preços variam de R$ 36.000,00 a R$ 45.000,00 dependendo do modelo, percurso e número de paradas que geralmente não ultrapassam a três pavimentos;

      • Elevadores de cabinas fechadas em percurso aberto tipo cápsula (3)- são modelos seguros e confiáveis utilizados para economizar no custo da instalação principalmente quando se atravessa uma laje. Apresenta excelente relação custo/benefício. Os preços oscilam entre R$ 29.000,00 e R$ 36.000,00;

      • Plataformas de elevação em percurso aberto (4) – são modelos mais simples indicadas para instalação em mezaninos com percursos menores que 4 metros e quando a entrada e saída são opostas. Os preços oscilam entre R$ 26.000,00 e R$ 36.000,00 dependendo do percurso e do acabamento.

      Para todos os modelos oferecidos pelo mercado, procure sempre garantir a segurança optando por um fabricante que assegure a qualidade do equipamento em atendimento às normas técnicas de fabricação e instalação (nacionais ou internacionais).
      Outro passo para a escolha do modelo adequado é definir o formato e as dimensões disponíveis do local para a instalação do elevador. Alguns fabricantes requerem dimensões exageradas de área para o passadiço. Escolha um fabricante que disponibilize pelo menos que as medidas internas mínimas da cabina (0,80m de largura X 1,20m de profundidade) sejam suficientes para atender uma pessoa numa cadeira de rodas sem desperdício de espaço útil do passadiço. Como espaços maiores de construção implicam em custos maiores de instalação, deve-se optar por modelos com melhor aproveitamento da área útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *