Quem são os principais autores da pedagogia?

Deixe um Comentário
Share

Seja por meio do estudo convencional, de forma presencial, ou por meio da faculdade de pedagogia a distância, também conhecida como pedagogia ead, uma coisa é certa: durante seu curso, você aprenderá sobre a aplicação dos métodos de ensino e conhecimentos pedagógicos.

Assim, conhecerá sobre os principais pensadores da área de educação e se aprofundará sobre a contribuição deles para a sociedade.

De forma ampla e bastante objetiva, para aplacar a sua curiosidade e adiantar o seu aprendizado, separamos abaixo 5 dos principais autores da pedagogia e seus pensamentos sobre a educação.

  1. Jean-Jacques Rousseau (1717-1778)

O filósofo Rousseau descreve que a educação pode ser muito mais efetiva em um ambiente com poucas influências externas, considerando o convívio com a natureza e as experiências cotidianas.

Em seus estudos, o pensador sistematizou a “Escola Nova”, influenciando diversos pedagogos que também acreditam que a educação das crianças deve priorizar a liberdade, de uma forma que, em cada fase da infância, as crianças estejam entregues a suas emoções e sentidos.

  1. Maria Montessori (1870-1952)

Discípula de Rousseau, a italiana tem seu nome bastante conhecido, principalmente quando se fala em Educação Infantil.

Pioneira da autoeducação, ela traz o conceito de que os professores não são os únicos responsáveis pela aquisição do conhecimento. Segundo ela, a criança busca o seu próprio aprendizado, e deve ter a figura do professor como um apoio necessário.

Suas didáticas, aplicadas nas séries iniciais, comprovam que as crianças podem aprender por experiências próprias. Seu método de ensino, com materiais que facilitam o raciocínio e abrangem as formas de conhecimento também incluem a didática sensorial com reconhecimento das cores, cheiros, texturas e formas.

  1. Johann Pestalozzi (1746-1827)

Sendo o estudioso da pedagogia moderna que mais valoriza o amor materno, o suíço Johann Pestalozzi apresenta ideias semelhantes a da educadora Maria Montessori.

Em sua didática, Pestalozzi afirmava que as crianças possuem personalidade e habilidades, e que, desta forma, somente caberia a escola o poder de potencializá-las.

Ainda neste sentido, criticava o modelo de educação tradicional, em que informações em série são repassadas para os alunos. Para ele, seria mais produtivo que os professores respeitassem a fase de desenvolvimento das crianças, ensinando aquilo que fosse realmente necessário para cada momento.

  1. Jean Piaget (1896-1980)

Entre os pensadores mais seguidos da atualidade, Jean Piaget pode ser considerado o criador do construtivismo, que se baseia no conceito de que  o aluno constrói o seu próprio aprendizado.

Assim como os outros pensadores mencionados, também não acreditava que os conteúdos poderiam ser repassados com excelência pelos professores. Isso porque as crianças só se interessam por temas que instigam a sua cognição.

Piaget fez vários estudos sobre a mente infantil, com a finalidade de descobrir como as crianças aprendem e se desenvolvem.

  1. Paulo Freire (1921-1997)

O maior expoente brasileiro da educação é grande influência para profissionais e estudantes de pedagogia.

Sempre em busca de uma educação mais humana, partia do princípio que o ensino só é efetivo quando há aprendizado e, para isso, deve haver um respeito profundo entre o aluno e educador.

Conhecedor da realidade brasileira, foi o responsável pelo método de educação para adultos, se tornando também reconhecido pela “pedagogia do oprimido” em que o aluno, identificando sua posição de oprimido, deve lutar pela sua libertação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *